Apresentação da campanha


Por Jullyander de Lacerda

A campanha de missões estaduais 2014 acontecerá exatamente na época da copa do mundo no Brasil, sendo assim cabe nos uma pergunta: POR QUE NÃO UM TEMA RELACIONADO À COPA DO MUNDO?

1. Porque o tema desse ano é uma continuidade do tema de 2013.

O tema da campanha de 2013 foi FORTALECER PARA FRUTIFICAR, nosso desafio era o fortalecimento dos campos missionários e também da nossa denominação.


Após buscarmos o fortalecimento chegou o tempo de frutificar! Esse é um novo tempo para os batistas capixabas, continuaremos firmes na missão dada por Jesus: dar fruto que permaneça.

2. Os brasileiros não estão empolgados com o mundial, tudo isso começou com os protestos de junho do ano passado. O mundo está vindo pro país do futebol, o país do futebol entendeu que não é só de futebol que se faz um país.

3. A copa do mundo traz um momento de êxtase coletivo, nossa campanha busca a reflexão e ação a respeito da real situação dos capixabas.


REAL SITUAÇÃO DOS CAPIXABAS

• 15º estado mais populoso do Brasil com 3.578.067 habitantes (IBGE).
• 4º estado mais espírita do Brasil (IBGE): No Brasil 3,8 milhões de pessoas se declaram espíritas. O Rio de Janeiro é o Estado com o maior índice de pessoas espíritas, com 4%, seguido de São Paulo (3,3%), Minas Gerais (2,1%) e Espírito Santo (1%).
• Segundo o IPEA, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, a cidade mais perigosa do país está no Espírito Santo: Serra, na região metropolitana de Vitória, é a campeã de violência, com 97,62 assassinatos por ano para cada 100 mil habitantes.
• Segundo o IPEA,  o Espirito Santo é o estado brasileiro com a maior taxa de feminicídios (assassinatos de mulheres).
• Espirito Santo é o segundo estado do país onde mais se mata jovens. O estudo, elaborado pelo sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz e lançado pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos (Cebela) e pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), mostra que Espírito Santo também é o segundo no ranking nacional em taxas de homicídios juvenis, ficando, mais uma vez, atrás de Alagoas.

Diante desses dados percebemos que nosso estado vive em um momento de seca, assim como viveu o povo de Israel.

O SENHOR Deus me disse o seguinte a respeito da seca:  "O povo de Judá está de luto, chorando. As suas cidades estão morrendo, o povo está abatido, jogado no chão, e Jerusalém grita pedindo socorro. Os ricos mandam os empregados buscar água. Eles vão até os poços, porém não encontram água e voltam com os potes vazios. Então cobrem a cabeça, desanimados e atrapalhados. Os lavradores também cobrem a cabeça, desesperados porque não chove, e a terra está seca. No campo, as veadas abandonam as suas crias, pois não há capim. Os jumentos selvagens ficam parados no alto dos morros e, com falta de ar, respiram como os lobos. Eles não enxergam bem por falta de pasto."  

O meu povo disse: "Ó SENHOR Deus, os nossos pecados nos acusam, mas pedimos que nos ajudes, como prometeste. Muitas vezes, nos afastamos de ti e contra ti temos pecado. Tu és a única esperança do povo de Israel, tu és aquele que nos salva quando estamos em dificuldades. Jeremias 14:1-8a 

Temos aqui uma descrição dos sofrimentos provocados pela seca: Primeiramente nas cidades (v.2-3); então, no interior (v.4); e, finalmente, até mesmo entre os animais (v.5-6). A partir do verso sete, o povo de Judá clama por ajuda, confessando seus pecados, que eram a causa de toda aquela calamidade.

A partir da nossa realidade temos o primeiro elemento da campanha: A TERRA SECA.


O segundo elemento da campanha representa o nosso desafio.


Nosso desafio é dar frutos, mesmo em terra seca. "Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça" João 15:16a.

Sendo assim temos nosso tema e nossa divisa. FRUTIFICAR: MEU CHAMADO, MINHA MISSÃO! João 15:16a



Revista 2014

Aguarde a revista abrir...
Depois de aberta clique na revista para visualizar na tela toda.

Capelania Prisional - Ênfase 2014



Olendino começou o trabalho em 2010 como voluntário e em 2011 tornou-se um missionário de Missões Estaduais. São quatro anos semeando e frutificando nos presídios capixabas.

Os frutos colhidos nesse tempo só foram possíveis graças às parcerias com as igrejas. Os trabalhos desenvolvidos por essas igrejas dentro dos presídios consiste em discipulado, aconselhamento, cultos e tantas outras atividades são desenvolvidas dentro de unidades prisionais espalhadas por todo o estado do Espírito Santo.

De que maneira você e sua igreja podem participar deste ministério? Orando pelo projeto, contribuindo através da oferta missionária e o plano cooperativo , visitando os internos do sistema e seus familiares.

Nosso missionário além de coordenar e trabalhar nos projetos do sistema prisional dá palestras de capacitação às igrejas interessadas e as encaminha, junto à secretaria de justiça do ES, ao trabalho nos presídios.

Pomeranos - Ênfase 2014

Os pomeranos são um povo que viviam isolados entre a Alemanha e a Polônia, com hábitos culturais extremamente diferentes do restante da população.

Ao chegarem aqui, embora não se considerassem alemães, foram tratados como tal e enviados para o alto das serras, onde receberam lotes em uma região montanhosa e isolada denominada Alta Pomerânia, atual município de Santa Maria de Jetibá.

Entendemos que nossa missão é levar a palavra de Deus para este povo de forma que ele entenda o plano de salvação, crendo e aceitando o Senhor Jesus como Senhor e Salvador na localidade em que está inserido. Assim, estamos iniciando esse trabalho e cremos na frutificação em meio aos pomeranos.




Plantação e revitalização de igrejas - Ênfase 2014

PLANTAÇÃO DE IGREJAS

Plantar igreja é dar sentido à vida e obra de uma igreja, que vale lembrar sempre, é o organismo vivo de Cristo. Investimos na plantação de novas igrejas porque cremos que é o meio mais eficiente de evangelização que existe na face da terra. É através da plataforma de plantação de igrejas que melhor edificamos o corpo de Cristo, equipamos obreiros e multiplicamos lideres.

REVITALIZAÇÃO DE IGREJAS

Alcançar as igrejas arroladas na CBEES que estejam conscientizadas da necessidade da cooperação da CBEES para manterem o ministério pastoral e auto-sustentarem, aceitando suporte técnico, ministerial e financeiro.


Capelania Hospitalar - Ênfase 2014



CAPELANIA HOSPITALAR

A convite do pastor Edson Klitzk, que na época era pastor da IB Memorial de Linhares, o Pr. Wilson foi para a região realizar a capelania hospitalar, trabalho que nasceu no coração da igreja e que estava há dois anos com suas atividades paradas.

Nossa ênfase em capelania hospitalar nesse ano serve para despertar os batistas capixabas para o tamanho do campo missionário que são os hospitais. A base de atuação do missionário será em Linhares no Hospital Geral (hospital municipal).

"As igrejas batistas precisam levantar suas equipes de visitação. Nos hospitais os pacientes são extremamente receptivos." O missionário fez essa afirmação porque hoje, em Linhares, o hospital geral tem 247 visitadores cadastrados e apenas 7 são de igrejas batistas.

Além de Trabalhar com a visitação, nosso missionário tem realizado uma campanha de divulgação através de palestras alertando e encorajando para a importância de estarmos inseridos nesse enorme campo missionário.

Divulgação da campanha

Clique abaixo para baixar:

• Cartaz Oficial da Campanha (.jpg)
• Cartaz Infantil (.jpg)
• Mapa Frutificando em terra seca (.jpg)
• Slide de Missões estaduais (.ppt)
• Lâmina ênfase - Capelania Hospitalar (.jpg)
• Lâmina ênfase - Plantação e revitalização de igrejas (.jpg)
• Lâmina ênfase - Pomeranos (.jpg)
• Lâmina ênfase - Capelania Prisional (.jpg)
• Revista (.pdf)

Sermão 01

Frutificar; meu chamado, minha missão!
Pr. Paulo Ribeiro Simões

Texto: João 15:16

INTRODUÇÃO:

Um dos questionamentos filosóficos que é uma das marcas da filosofia em todos os tempos é: Qual a razão de estamos neste mundo? Este questionamento nos remete para outro que é muito importante para as pessoas que seguem a Jesus, o qual é: Qual a missão que temos como seguidores de Jesus neste mundo? É possível que demos a esta pergunta várias respostas. Há os que dizem que nossa missão é adorar a Deus, Outros dizem que estamos neste mundo para ajudar nosso próximo. Há também os que dizem que nossa missão é amar. Há ainda aqueles que com muita ênfase afirmam que nossa missão neste mundo é glorificar a Deus.

Sem dúvida estas respostas dadas são boas e todas acabam se resumindo na última. Contudo, o nosso tema, trazendo a glorificação de Deus para nosso dia a dia, nos mostra de forma prática que a razão de estarmos no mundo é frutificar. Assim vamos estudar o texto de João 15 verso 16 e pensar no tema de nossa campanha de missões estaduais desse ano que diz: Frutificar, meu chamado, minha missão.

1. SOMOS CHAMADOS A FRUTIFICAR POR QUEM NOS ESCOLHEU. V16

No texto observamos que nossa chamada para frutificar procede de Jesus. Ele afirma para seus discípulos que eles foram escolhidos e designados para darem fruto. A escolha e a designação para dar fruto são feitas por Jesus. No texto não fica nenhuma dúvida de que o objetivo de Jesus em realizar a escolha de seus discípulos era a produção de fruto. É possível que alguém questione que este objetivo era apenas para os primeiros discípulos, uma vez que Jesus falava a eles. Contudo, a oração feita por Jesus no capitulo seguinte pelos que iam crer nele, nos mostra que a chamada para frutificar dada por Jesus aos seus primeiros discípulos é nossa também. 

O fato de sermos escolhidos e designados por Jesus é muito importante. E a razão disso é que quem nos escolheu e nos designou nos dá capacidade para dar fruto. Isto pode ser ilustrado com a natureza. Na natureza diversas árvores são designadas para darem determinados frutos. Por exemplo, a mangueira é designada para dar manga, a jaqueira para dar jaca, a figueira para dar figo. E todas que recebem a designação também recebem a capacidade de dar fruto. Elas são providas da capacidade de dar fruto. O mesmo ocorre conosco. Jesus nos designa e nos capacita para dar fruto. A sua presença conosco na pessoa do Espírito Santo enche a nossa vida de capacidade para frutificar. 

Será que neste momento de nossas vidas estamos esquecendo que Jesus nos escolheu para frutificar? Estamos tão envolvidos com as situações desse mundo que não lembramos o objetivo da escolha de Jesus? Ele nos chamou para dar fruto. Não fiquemos aquém disso.     

2. SOMOS CHAMADOS A FRUTIFICAR UM FRUTO ESPECIAL. V16

Além de sermos chamados para frutificar por quem nos escolheu, o texto nos mostra o tipo de fruto que somos chamados a produzir. Jesus diz a seus discípulos que eles produziriam um fruto e este permaneceria. Era sem dúvida um fruto especial, diferente de todos os outros. Os discípulos conhecedores da agricultura da época sabiam que todos os frutos produzidos pelas árvores daquela época eram frutos passageiros. Tanto eram passageiros no sentido de madurarem e apodrecerem, como era passageira a produção do fruto. Porém o fruto que os discípulos produziriam permaneceria.

Que fruto era este? Que fruto tem em si a propriedade de permanecer? Como Jesus não diz claramente o fruto que os discípulos eram chamados a produzir, as interpretações são várias. A quem diga que este fruto é o do Espírito Santo descrito pelo Apóstolo Paulo em Gálatas 5. 22-23. Também há aqueles que por terem um forte amor pela evangelização, afirmam que o fruto são vidas conquistadas para Cristo. Sem dúvida estes dois frutos são especiais. Eles permanecem. Creio, porém, que Jesus estava falando de um outro fruto, que sem dúvida tem a ver com o Espírito Santo e também com a conquista de pessoas para Cristo. Creio que ele estava falando do amor. No verso 17, que é a seqüência do texto, ele ordena a seus discípulos que se amem. O fruto especial que nós somos chamados a produzir é o amor. É o amor a nossos irmãos em Cristo, é o amor as almas perdidas, é o amor a Deus sobre todas as coisas. Quando Paulo fala sobre as virtudes que permanecem além dessa vida, ele coloca o amor como a maior delas. Será que estamos produzindo este fruto especial? Ou será que fomos tão influenciados por este mundo que o fruto especial não aparece nos galhos de nossa vida?   

3. SOMOS CHAMADOS A FRUTIFICAR COM UM OBJETIVO MARAVILHOSO. V16

Jesus além de enfatizar que ele é quem nos chama. Alem de mostrar o tipo de fruto que devemos produzir. Mostra que somos chamados a frutificar com um objetivo maravilhoso. Ele diz: “a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda.” Vejam que objetivo maravilhoso existe em nossa chamada para frutificar. A nossa chamada para frutificar leva as nossas orações feitas em nome de Jesus a serem atendidas. Imaginem vocês, um agricultor que tem uma árvore que produz todos os anos grande quantidade de frutos. Sem dúvida este agricultor vai cuidar dessa árvore com todo o carinho. Ele vai fazer todo o esforço para que esta árvore continue saudável para seguir produzindo mais frutos. Na linguagem de Jesus em João 15. 2 o agricultor a limpa para produzir mais fruto. A árvore que produz frutos, alem de beneficiar quem desfruta do seu fruto, também beneficia a si mesma. O mesmo Jesus deseja para nós. Ele quer que produzamos o fruto permanente a fim de sermos beneficiados com as respostas positivas para as nossas orações. Cumprir com a chamada de Jesus é algo abençoador para nossas vidas. 

Em nosso dias há pessoas que questionam que suas orações não estão sendo atendidas. Quem sabe se a resposta não está no fato de não cumprir com sua missão de frutificar. Quando damos fruto não apenas agradamos nosso agricultor que é Deus, mas também beneficiamos a nós mesmos. Não podemos nunca esquecer disso. Sem dúvida vale a pena cumprir com nossa chamada e nossa missão.

CONCLUSÃO:

Para Jesus frutificar era tão importante que em certo momento de seu ministério ele contou a seguinte parábola. Ele disse que o dono de uma vinha por três anos buscou frutos em uma figueira plantada em sua vinha. Á cada ano ele no tempo da figueira frutificar buscava frutos, porém não os achava. Por não encontrar frutos falou com o encarregado da vinha que cortasse a figueira. O encarregado então ponderou com ele que lhe permitisse adubar a terra ao redor da figueira no próximo ano, e se ela não desse fruto então que fosse cortada.

Jesus não nos chamou para ocupar espaço neste mundo como a figueira da história. Nem nos chamou para fazer sombra. Ele nos chamou para frutificar. Nossa missão é dar frutos. 

Convoco a você que vive nas lindas terras capixabas a produzir frutos, pois esta é nossa vocação, pois esta é nossa missão. 

Sermão 02

É tempo de frutificar!
Pr. Billy Graham Rodrigues

Texto: João 15:1-16

INTRODUÇÃO:

Mas, o que significa “frutificar”? Segundo o Novo Dicionário Aurélio, “frutificar” significa “dar frutos”, “produzir resultado”, “ser útil”, “dar lucro”. Nos dicionários, o verbo “frutificar” ganha contornos de dinamismo, multiplicação, utilidade. Aquele ou aquilo que frutifica está cumprindo o que se espera dele, gerando bem-estar para si e para os outros.

Quando olhamos para a situação caótica do nosso país: miséria, crianças abandonadas, injusta distribuição de riqueza, crise moral, violência, corrupção, feitiçaria, alcoolismo, drogas... percebemos que é tempo de frutificar!

É tempo de frutificar...

1 - PORQUE FRUTIFICAR É UM IMPERATIVO BÍBLICO
A expectativa de Jesus é que a vida de seus discípulos seja frutífera, como bem observou, em João 15.16: “Eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto”. Não é uma opção, sugestão ou conselho. É um imperativo! A palavra “fruto” (karpos) aparece oito vezes no texto. É uma ordem de Jesus para a Igreja! “Eu escolhi vocês para que deem frutos...” E ordem de comandante não se discute!

Será que temos obedecido esta ordem? Será que temos obedecido ao nosso comandante, que é Cristo? Cabem aqui as palavras do profeta Samuel: “Eis que o obedecer é melhor que o sacrificar!”. Vivemos hoje tempo de celebração nas igrejas, mas não podemos esquecer que mais do que culto, mais do que música, mais do que louvor e adoração, mais do que celebração, Deus espera obediência do seu povo! É tempo sim de celebração, mas também tempo de frutificação!

O fato é que todos os crentes no Senhor Jesus devem estar conscientes da necessidade de frutificar. Não somente alguns crentes com dons especiais, ou mesmo os pastores ou missionários, têm a tarefa de produzir frutos, mas “todos” os crentes. O imperativo é pessoal.

Conta-se que quando Cristo terminou a sua obra de redenção aqui na terra e chegou vitorioso ao céu, foi saudado efusivamente pelos anjos, Um anjo, então, perguntou a Jesus: “Senhor, terminaste a tua obra na terra. Mas, agora, quem vai levar a mensagem às nações?”. Jesus respondeu-lhe: “Eu deixei doze homens treinados para desempenhar essa tarefa. Confiei à Igreja essa responsabilidade!”. O anjo, então, retrucou: “Mas Senhor, e se a Igreja falhar?”. “Se a Igreja falhar, eu não tenho outro método!”, foi a resposta do Senhor!

A Igreja hoje tem falhado em sua missão de frutificar. Tem sido omissa, covarde e estéril. Precisamos clamar como Raquel: “Dá-me filhos, senão morrerei!” (Gn 30.1). Não há choro de recém-nascidos dentro da Igreja. Não sabemos o que é sofrer as dores de parto (Gl 4.19). Não sabemos o que é gerar filhos espirituais porque na verdade a Igreja não está frutificando como deveria frutificar.

Infelizmente, alguns crentes pensam que ganhar vidas para o Reino de Deus, que frutificar é tarefa só para pastores. E não é! Frutificar é tarefa de todos nós! Todos quantos foram alcançados pelo Evangelho foram escolhidos por Jesus para frutificar. Frutificar é tarefa da Igreja, e não dos anjos. É tarefa para ser feita hoje, e não depois. É tarefa para ser priorizada, e não adiada.

É tempo de frutificar...

2 - PORQUE A FÉ PRECISA SER PROVADA POR FRUTOS
Quando Jesus disse: “Eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto” é porque a fé cristã precisa ser provada por frutos. Assim como é natural uma árvore sadia produzir frutos sadios e abundantes, é de se esperar que o crente fiel frutifique para honra e glória de Deus. O fruto é que indica a realidade da planta. Sobre isto basta lembrar o que disse Jesus: “Assim, toda árvore boa produz bons frutos; porém a árvore má produz frutos maus” (Mt 7.17).

Em Mateus 21.18,19 encontramos a história da figueira infrutífera. O texto revela que Jesus sentiu fome e aproximou-se de uma figueira, esperando nela encontrar figos. Decepcionado, encontrou apenas folhas! Por isso amaldiçoou a figueira, dizendo: “Nunca mais nasça fruto de ti!”. E a figueira secou imediatamente. Quando olho para esta história, fico pensando: Em quantas vidas hoje que Jesus vai buscar frutos, e decepcionado encontra somente folhas!

É doloroso constatar que apenas 5% dos crentes já levaram alguém a Cristo e 95% nunca geraram um filho espiritual. A Igreja está acometida por uma enfermidade crônica: esterilidade. A cada ano que passa, ela está diminuindo em muitas regiões e países. Há uma pesquisa que diz que nos últimos 50 anos, enquanto o islamismo cresceu 500%, o hinduísmo 167% e o budismo 147%, o cristianismo registrou um crescimento de apenas 47%, o que é lamentável e desastroso! O que está acontecendo com a Igreja?
Quando o presidente norte-americano Franklin Roosevelt morreu, em doze horas metade do mundo tomou conhecimento do fato. E olha que não existia Internet naquela época! Há dois mil anos atrás Jesus Cristo morreu pelos nossos pecados, e ainda assim metade do mundo não sabe desse mais auspicioso acontecimento da História. Por quê? Porque 95% da Igreja dorme insensível e apática. 95% da Igreja não está frutificando.
Uma fé meramente contemplativa é algo totalmente equivocado e estranho ao ensino cristão. Diz muito bem Tiago que “A fé, se não tiver obras, é morta em si mesma!” (Tg 2.17). A fé cristã precisa ser provada por frutos. A Igreja hoje precisa erguer a cabeça e ver os campos que já estão brancos para a ceifa. A Igreja precisa colocar os ouvidos no peito febril das nações e escutar o gemido e o clamor das multidões sem Cristo. Enfim, a Igreja precisa despertar-se para frutificar, pois é tempo de frutificar! Essa é a verdadeira vocação cristã.

É tempo de frutificar...

3 - PORQUE NÃO HÁ LUGAR PARA ÁRVORES OU GALHOS ESTÉREIS NO JARDIM DE DEUS
Se não frutificamos, então temos um grave problema. Jesus diz no v. 2: “Toda vara em mim que não dá fruto, ele a corta”. Também no v. 6: “Quem não permanece em mim é lançado fora, como a vara, e seca; tais varas são recolhidas, lançadas no fogo e queimadas”. Portanto, não há lugar para árvores ou galhos estéreis no jardim de Deus.

Sendo Jesus a videira, os discípulos são os ramos. Alguns são ramos formosos que produzem fruto, com ele. Outros são ramos inúteis porque não produzem fruto. Em quem Jesus pensava ao falar dos ramos que não dão fruto? Podemos dar duas respostas. Em primeiro lugar, pensava nos judeus, que eram ramos da videira de Deus. Entretanto, negaram-se a ouvi-lo: negaram-se a aceitá-lo e por isso eram ramos podres e inúteis. Em segundo lugar, pensava em algo mais geral. Pensava naqueles cristãos cujo cristianismo consiste em profissão sem prática, em palavras sem atos. Pensava em cristãos que são ramos inúteis, só folhas sem frutos. Contudo, devemos lembrar algo. Um princípio fundamental no Novo Testamento é que a inutilidade convida ao desastre. O ramo sem fruto se dirige para a destruição. Por isso que Jesus em sua analogia informa que Deus remove os ramos infrutíferos. Isto é, não há lugar para árvores ou galhos estéreis no jardim de Deus.

Sendo assim, a melhor coisa que temos a fazer é frutificar! Essa é a expectativa de Jesus para os seus discípulos. Primeiro, porque ele nos deu essa missão; segundo, porque ele nos preparou para isto; terceiro, porque ele nos dá condições adequadas para frutificarmos.

Neste ato de frutificar, é bom lembrarmos que não podemos frutificar por nossa própria vontade ou mérito. Somos ramos totalmente dependentes da Videira: “Sem mim nada podeis fazer” (v. 5). E a este processo de deixar a vontade de Deus superar a nossa própria vontade, Jesus Cristo chamou de limpeza ou poda. Deus poda os que dão frutos, triando os galhos desnecessários, de modo que os frutos não sejam obstruídos em seu desenvolvimento: “E toda vara que dá fruto, ele a limpa, para que dê mais fruto” (v. 2).


CONCLUSÃO

Está diante de nós, portanto, uma realidade que precisa ser alterada: nós crentes em Jesus Cristo precisamos frutificar! Precisamos levar a carta de amor de Deus aos corações dos homens.
Aconteceu na Indonésia. Um novo diretor dos correios foi nomeado, naquele país. Reuniu-se com os seus auxiliares, para uma das primeiras tarefas: fazer uma limpeza no depósito geral. Entre os papéis velhos e imprestáveis, foi encontrada uma carta, postada havia 55 anos. Preocupado com o ocorrido, o novo diretor empenhou-se no sentido de ser achado o remetente, buscando corrigir, ainda que tardiamente, o erro cometido. Lamentavelmente, não foi encontrado. No endereço constante no verso do envelope, apenas a informação de que ele havia falecido. A destinatária, no entanto, foi localizada. Era uma velhinha, cabelos completamente brancos. A carta foi-lhe entregue. Aquela senhora começou a ler o documento, imediatamente. À medida que lia, chorava. Um repórter, que acompanhava a cena, intrigado, perguntou: “Vovó, se essa carta tivesse chegado há 55 anos, teria feito alguma diferença?”. Ainda chorando, a vovó respondeu: “Teria feito toda a diferença. É uma carta de amor!”. A vovó dava ênfase à palavra toda, e concluiu: “Nela ele me propõe casamento!”.

Batistas capixabas, nós também, somos portadores de uma carta de amor de Deus aos corações dos homens. Não temos frutificado como deveríamos frutificar, porque muitas vezes, à semelhança do carteiro indonésio, não temos feito chegar aos destinatários essa preciosa carta. Bíblia, carta de amor que faz toda a diferença... diferença entre o céu e o inferno!

O Senhor espera que seus escolhidos deem frutos e, em virtude disto, está nos concedendo esta magnífica e nova oportunidade: de frutificamos através da Campanha de Missões Estaduais.

Sendo assim, frutifiquemos! Não sejamos semelhantes à conhecida figueira infrutífera. Não frustremos as expectativas do Senhor! É tempo de frutificar!

Vídeos da Campanha


Vídeo 01: Abertura Missões Estaduais 2014 - Palavra do Presidente

Vídeo 02: Plantação de Igrejas (Regência e São roque do Canaã)

Vídeo 03: Plantação de igrejas (Zumbi dos Palmares e Jaburuna - Vila Velha)

Vídeo 04: Plantação de igrejas (Mucurici e Laranja da Terra)

Vídeo 05: Capelania Prisional e Hospitalar

 Vídeo 06: Hino Oficial - Frutificar

Vídeo 07: PlayBack Hino Oficial - Frutificar

Relexão

Qual a expectativa de Deus para você?
Ir. Sandra Calenti

“Não fostes vós que me escolhestes a mim, pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros, e vos designei para que vades e deis frutos e vosso fruto permaneça” João 15:16

Muitas pessoas pensam que ser dizimista fiel, freqüentar aos cultos, ser um bom esposo, um pai presente, um filho obediente e tantas outras atitudes de um bom religioso é o suficiente par agradar a Deus. Isso tudo é importante? Sim! É importante e se faz necessário, faz parte das ordenanças de Deus para nossa vida cristã, mas Deus tem expectativas muito elevadas a nosso respeito. E a pergunta que temos que fazer é: O que Deus pede de mim?

Nesse texto bíblico, Jesus nos mostra que espera de nós uma expressão da fé de forma prática. Fomos chamados por Ele, e recebemos dele uma missão. 

Outro dia um pastor me fez a seguinte pergunta: “Sandra, você sabe quais são as expectativas de Deus a seu respeito?”. Confesso que demorei um pouco para responder, porque estava pensando na questão, e temerosa de responder algo fora da expectativa do pastor, e depois disse o que sinto no meu coração: “A expectativa de Deus para mim é que eu sirva a Ele com o que eu tenho nas mãos”. Tudo que sou e tenho eu coloque para missão de Deus. 

As igrejas que têm levado a sério a obra missionária lutam para aperfeiçoar cada vez mais seus trabalhos. Muitas igrejas têm feito o trabalho por meio de uma junta, de um ministério de missões e têm conquistado algum resultado.  O problema que detectamos é que o envolvimento da igreja se verifica apenas num dia ou num mês do ano. Envia-se uma oferta e os membros se acomodam pensando ter feito o trabalho missionário. Há muitas igrejas que querem fazer missões, mas os conceitos aprendidos provocam afastamento e acomodação. Missões é coisa bem séria e simples. Já é tempo de acabarmos com o problema causado pela ignorância quanto à obra missionária. 

Muitos cristãos não se envolvem, pois entendem que não são chamados para esta tarefa. “Não fostes vós que me escolhestes a mim, pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros...”.  A palavra de Deus é bem clara e nos chama para uma missão. 

Precisamos como igreja resolver alguns mal-entendidos sobre a expectativa de Deus para nossas vidas. Deus escolheu especificamente alguns para levar a mensagem do evangelho, atravessando uma barreira geográfica e cultural. Outros também escolheu para evangelizar dentro do seu próprio contexto cultural e geográfico. Isso é fato! São homens e mulheres denominados missionários enviados pela igreja local para fazer missões, levar o evangelho.  Mas também é bíblico, que Deus nos escolheu e nos designou para uma missão. 
Duas perguntas que precisamos responder para entendermos este processo:

1 - Qual é a expectativa de Deus então para mim?
2 – Como corresponder a esta expectativa de Deus?

A expectativa de Deus é que você FRUTIFIQUE para o crescimento do Seu Reino aqui na terra. Deus nos colocou nesta posição diante da realidade que nos cerca para que aonde estivermos, sinalizemos o Reino de Deus neste lugar.

Deus tem expectativa que você frutifique em sua família para o crescimento do Reino Dele aqui na terra.  

Deus tem expectativa que você frutifique para esta sociedade para o crescimento do Reino Dele aqui na terra. 

Deus tem expectativa que você frutifique  através da igreja para o crescimento do Reino Dele aqui na terra. 

Um dia aprendemos que esta missão era dos pastores e missionários, mas hoje entendemos que nós todos, sem exceção de algum, fomos escolhidos por Deus para participar da Missão Dele de transformar o mundo. Gosto muito das palavras do missionário da JMM, Drº Humberto Chagas: “Missionário é aquele que está em missão”. Deus tem uma missão no mundo e nós podemos ser participantes no cumprimento desta missão, através das nossas habilidades, dons e talentos. Frutifique onde Deus te plantou!

Ordens de Culto

Culto de Abertura
MM Fernando Castro

MÚSICA DE ABERTURA
Instrumental

ENTRADA DAS BANDEIRA DO BRASIL E ES 
Dueto Instrumental Hino do Espírito Santo

SAUDAÇÕES E BOAS VINDAS

ORAÇÃO

TEMA E DIVISA DA CAMPANHA:
Tema: Frutificar: meu chamado, minha missão!
Versículo: Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça. (João 15:16a)

HINO OFICIAL DA CAMPANHA 2014
Frutificar (Miriã de Freitas)

VÍDEO MISSIONÁRIO
Vídeo 01: Palavra do presidente da CBEES

PALAVRA DO PROMOTOR DE MISSÕES OU PASTOR

ORAÇÃO POR MISSÕES
Feita por uma criança

O POVO DE DEUS ADORA E GLORIFICA AO SENHOR
Poder pra Salvar (Hillsong)
Sonda-me (Aline Barros)
Grandes Coisas (Fernandinho)

VÍDEO MISSIONARIO
Vídeo da campanha 2014
(escolher um no DVD da campanha - Clique aqui para acessar)

ORAÇÃO POR MISSÕES ESTADUAIS
Feita por um adulto

MENSAGEM

MOMENTO DE FIDELIDADE
Entrega de dízimos e ofertas

HINO OFICIAL DA CAMPANHA 2014
Frutificar (Miriã de Freitas)

PALAVRAS FINAIS E AGRADECIMENTO 

PÓSLÚDIO
Instrumental



Culto Jovem
MM Fernando Castro

VÍDEO DE ABERTURA
Vídeo 05 (até 4'20'') - Sistema prisional 

CÂNTICO
Poder para Salvar
(logo em seguida do vídeo, não deixar espaço em silencio entre o vídeo e o  cântico).

SAUDAÇÕES E BOAS VINDAS

ORAÇÃO
(convidar um jovem para orar por missões especificamente) 

TEMA E DIVISA  DA CAMPANHA:
Tema: Frutificar: meu chamado, minha missão!
Versículo: Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça. (João 15:16a)

HINO OFICIAL DA CAMPANHA 2014
Frutificar (Miriã de Freitas)

ORAÇÃO PELO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

O POVO DE DEUS ADORA E GLORIFICA AO SENHOR!
Grandes Coisas ( Fernandinho)
Adoração Sem Limites (Aline Barros)
Hosana (Mariana Valadão)

TEATRO
Teatro Pantomima (Grupo de Jovens)
“Break Every Chain”
Pode ser encenado pelos jovens ou mostrado o vídeo. (Sendo feito pelos jovens fica mais impactante). Sugestão: http://youtu.be/Y1Z-PEhk8GA

PALAVRA DO PROMOTOR DE MISSÕES OU PASTOR

ORAÇÃO POR MISSÕES
feita por um membro do teatro

MENSAGEM

MOMENTO DE FIDELIDADE 
Entrega de dízimos e ofertas

CÂNTICO
Sonda-me (Aline Barros)

PALAVRAS FINAIS E AGRADECIMENTO 

PÓSLÚDIO
Instrumental

Cadastre-se

Frutificar - Música Oficial da Campanha

SOMOS, POR CRISTO, CHAMADOS A FRUTIFICAR.
SEMENTE DE VIDA E ESPERANÇA DEVEMOS, ENTÃO, SEMEAR.
COMPARTILHANDO O AMOR, A GRAÇA E O PERDÃO REDENTOR,
TESTIFIQUEMOS A TODOS QUE CRISTO É O SENHOR!

ELE É A VIDEIRA E O PAI É O AGRICULTOR.
NÓS SOMOS OS RAMOS, E A ELE LIGADOS POR TÃO GRANDE AMOR,
FRUTOS HAVEMOS DE DAR, OUTROS INFLUENCIAR,
TESTEMUNHANDO QUE CRISTO É QUEM PODE SALVAR

FRUTIFICAR! PRODUZIR FRUTO QUE PERMANEÇA!
FRUTIFICAR! QUE NINGUEM AO MEU LADO PEREÇA!
ESTE É O DESEJO DO MEU CORAÇÃO!
OH, SENHOR, DÁ-ME TUA VISÃO!
FRUTIFICAR! MEU CHAMADO, MINHA MISÃO!

SE EU TRABALHAR, ESSE FRUTO PERMANECERÁ,
E VIDA ETERNA, A SEMENTE LANÇADA VAI GERAR.
O SACRIFÍCIO QUE JESUS SOFREU NA CRUZ, NÃO FOI EM VÃO.
FRUTIFICAR! MEU CHAMADO, MINHA MISSÃO!

FRUTIFICAR! PRODUZIR FRUTO QUE PERMANEÇA!
FRUTIFICAR! QUE NINGUEM AO MEU LADO PEREÇA!
ESTE É O DESEJO DO MEU CORAÇÃO!
OH, SENHOR, DÁ-ME TUA VISÃO!
FRUTIFICAR! MEU CHAMADO, MINHA MISÃO!

FRUTIFICAR!  FRUTIFICAR!




Letra e Música: Miriã Freitas
Arranjo de base: Leo Gomes
Arranjo vocal: Leo Gomes e Vanessa Gomes
Voz solo: Vanessa Gomes
Back vocal: Vanessa Gomes e Jônata Cabral
Teclado: Leo Gomes
Guitarra: Tiago Leal
Baixo: Vitor Medeiros
Bateria: Heryckson Santos
Técnico de gravação: Heryckson Santos
Mixagem e masterização: Marcello Cardoso
Gravado e mixado no Estúdio A2 nos dias 12, 13 e 14 de maio de 2014

PlayBack: Clique aqui


PARTITURA


(Clique na imagem para ficar maior e para salvar clique com o botão direito do mouse e selecione a opção salvar como)

Culto Infantil - Primeiro Domingo

O CHAMADO DE JEREMIAS
Por Débora Cardoso

Baseado em Jeremias 1:1-10
Tema do dia: Deus chama as crianças para cumprirem uma missão
Objetivo: Mostrar às crianças que, assim como Deus chamou Jeremias, Ele chama a cada um de nós para cumprir um propósito, uma missão.
Versículo para Memorizar: “Antes do seu nascimento, quando você ainda estava na Barriga da sua mãe, eu te escolhi”. (Jeremias 1:5).


MENSAGEM

O que você quer ser quando crescer? (um bombeiro, um cozinheiro, um pastor, um pintor, um missionário, um professor, um médico) E por quê? Professor, depois explique às crianças que elas devem orar a este respeito, para que Deus confirme se é isso mesmo que Ele tem para as suas vidas, para que, quando adultos, cada um seja um profissional que glorifique ao Senhor com as suas habilidades e possa abençoar as pessoas com o serviço que faz, e através da sua profissão transmitir o amor de Deus! Por isso é importante que cada um, através da oração, descubra o seu propósito aqui neste mundo. Por todos nós nascemos por causa de um motivo, Deus nos escolheu para realizar uma missão!
Deus chamou um menino quando ainda era criança, este menino  se chamava Jeremias.
 Deus falou varias vezes com Jeremias, até o tempo em que o povo da cidade de Jerusalém foi levado como prisioneiro para fora da sua terra.
O Senhor Deus disse a Jeremias.
___Antes do seu nascimento, quando você ainda estava na barriga de sua mãe, eu o escolhi e separei para que você fosse um profeta para as nações.
Jeremias então respondeu a Deus assim;
___Ó Senhor, meu Deus, eu não sei falar, pois sou muito jovem.
Mas Deus respondeu a Jeremias:
___Não fala que você ainda é uma criança, mas vai e fala com as pessoas que eu vou te mostrar e fala tudo o que eu mandar você falar. Jeremias não tenha medo de ninguém, pois Eu estarei com você para te proteger. Eu sou o Senhor que falo com você.
Neste momento Deus estendeu a mão, tocou na boca de Jeremias  e disse:
___Veja! Eu estou lhe dando a mensagem que você deve anunciar. Hoje, estou lhe dando poder para arrancar e derrubar, para destruir e arrasar, para construir e plantar.
Quando Deus chamou a Jeremias para ser profeta, ele disse a Deus que era apenas uma criança, mas Deus o escolheu quando ele ainda estava na barriga da sua mãe, ou, seja, os planos de Deus para Jeremias foram antes dele nascer.

APLICAÇÃO
Assim como aconteceu com Jeremias, acontece com você também: Deus te escolheu antes de você nascer. No Livro de Salmos 139:16 diz assim: “Tu me viste antes de eu ser nascido. Os dias que me deste para viver foram todos escritos no teu livro quando ainda nenhum deles existia.” Deus já sabia tudo sobre você: Deus já sabia da sua cor, como seria o seu cabelo, sua voz, o que você ia gostar de comer, sua cor preferida. Deus amou você antes de você nascer! Deus Planejou o seu nascimento, por que ele te ama! Você é muito importante para Deus, você tem muito valor para Deus. Tudo o que Deus faz é bom. Ele fez você!
Deus disse a Jeremias que ele foi escolhido para ser profeta, para anunciar a mensagem de Deus para o povo. Jeremias se tornou um grande profeta porque creu e decidiu obedecer a Deus.
Hoje, Deus continua fazendo da mesma maneira: Ele chama crianças antes de nascer para serem seus profetas. Hoje muitas nações não conhecem a Jesus e não sabem que Ele morreu na cruz por elas. Por isso, Deus precisa de pessoas que vão a esses lugares e preguem a sua palavra. Deus precisa de você para anunciar as Boas Novas!


ATIVIDADE
Confecção de cartões- depois de prontos as crianças deveram escreve mensagens evangelísticas para amiguinhos não-crentes.


(Clique na imagem para ficar maior e para salvar clique com o botão direito do mouse e selecione a opção salvar como)


Culto Infantil - Segundo Domingo

ABRAÃO E O CHAMADO DE DEUS.
Por Débora Cardoso

Baseado em Genesis 12: 1-9; 22: 1-13
Tema do dia: Deus Chama as crianças para serem obedientes
Objetivo:  Ao final da Lição as crianças poderão tomar a decisão de obedecer a palavra de Deus sempre.
Versículo para Memorizar: “Foi pela fé que Abraão, ao ser chamado por Deus, obedeceu e saiu para uma terra que Deus lhe prometeu dar.” Hebreus 11:8

MENSAGEM

Hoje vamos aprender a história de um homem chamado Abraão. Quem já ouviu falar dele ( deixe que as crianças responderem)?
Abraão era um homem obediente.
Você é obediente aos seus pais em todos os momentos: Existem coisas que fazemos que são erradas. Elas se chamam pecado. (explica o que é pecado).

Há muito tempo atrás, Haia um homem na terra de Harã que amava muito a Deus. Seu nome era Abrão. Por causa da sua dedicação e amor ao criador, Deus resolveu escolheu a Abrão para iniciar um novo povo, que seria chamado lá na frente de povo de Israel.
Abrão morava com a sua esposa Sarai, seu pai Terá e seus dois irmãos: Harã e Naor.
Um dos sobrinhos de Abrão se chamava Ló. 
Sarai, sua esposa não podia ter filhos, porque era estéril.
Ur dos Caldeus ficava na Babilônia, e era um lugar onde as pessoas acreditavam em vários deuses e os adoravam.
Deus não gostava  do tipo de vida que aquele povo levava, então Deus ordenou a Abrão saísse do meio daquele povo e fosse à uma terra que já estava preparada, a Terra Prometida: Canaã. 
Certo dia o Senhor Deus  disse a Abrão.
__ sai da tua terra, do meio dos seus parentes e da casa do seu pai e vá para uma terra que eu lhe mostrarei. Os seus descendentes vão formar uma grande nação, Eu o abençoarei, o seu nome será famoso, e você será uma benção para os outros. Abençoarei os que abençoarem e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem. E por meio de você eu abençoarei os povos do mundo.

Abrão, então começou com os preparativos da viagem. Abrão tinha setenta e cinco anos quando partiu de Harã, como o Senhor havia ordenado. Abrão não sabia de nada. Não sabia o caminho, nem mesmo sabia para onde ia. O que ele sabia era que Deus o estava orientando no caminho certo, e que Deus seria seu guardador e guia.
Sabem crianças, é esta atitude de fé e obediência que todos nós devemos tomar quando o Senhor nos manda fazer alguma coisa. Devemos acreditar confiar no Senhor, obedecê-lo com o coração cheio de alegria, ainda que apareça difícil para nós, ou ainda que não entendamos o que Deus nos mandou fazer.
Quando chegaram a Canaã, Abrão atravessou o país até que chegou a Siquém, Deus falou a Abrão dizendo:
__Eu vou dar esta terra aos seus descendentes.
Naquele lugar Abrão construiu um altar a Deus, o Senhor, pois ali o Senhor havia aparecido a ele. Abrão sempre creu e obedeceu a Deus.
Não foi fácil para Abrão deixar sua família e seus amigos. 
Deus escolherá Abrão para ser pai de muitas pessoas. Ele desejava que a Abrão contasse para essas pessoas como Ele era bom.
Durante toda a viagem e na nova terra, Deus cuidou dele e de toda a sua família. 
Se você quer ser feliz e abençoado por Deus, tenha fé, acredite na Palavra de Deus e seja obediente como Abrão. Abrão foi escolhido por Deus para iniciar um novo povo, que seria chamado lá na frente povo de Israel, você também é chamado por Deus para falar de Jesus aos seus amiguinhos.
O que você acha que teria acontecido se Abrão não houvesse obedecido a voz de Deus?

MOMENTO DE ORAÇÃO:
Líder ore com as crianças pedindo perdão se alguma vez foram desobedientes aos mandamentos do Senhor.

APELO
Faça o apelo para as crianças tenham a oportunidade de se entregarem a Cristo.

ATIVIDADES
Fantoche de Abraão. Pintar e colar a figura no palito de picolé.



(Clique na imagem para ficar maior e para salvar clique com o botão direito do mouse e selecione a opção salvar como)

Culto Infantil - Terceiro domingo

JONAS, O PROFETA QUE NÃO QUERIA IR.
Por Débora Cardoso

Baseado em Jonas1;1-17 e 2:1-10
Tema do dia: Deus Chama as crianças para serem obedientes
Objetivo: Mostrar às crianças que, assim como Deus chamou Jonas , Ele chama a cada um de nós para cumprir um propósito, uma missão.
Versículo para Memorizar: "...A Obediência é melhor do que o sacrifício." I Samuel 15:22 b

MENSAGEM
(De preferência que a facilitadora seja caracterizada de uma vovó com uma grande Bíblia na mão)

Queridos! Hoje, eu vim aqui contar a história de um profeta que não queria cumprir com a missão que Deus deu a ele.

Nínive era uma cidade muito grande. Para atravessá-la era necessários dias de caminhada. Era uma cidade habitada por pessoas más. Deus já estava cansado de ver toda aquela maldade. Para ajudar ninivitas a se livrarem das suas maldades, Deus chamou o profeta Jonas a fim de pregar para aquele povo. Jonas pensou:
__Deus vai perder tempo com aquele povo. É um povo muito mau. Eu é que não vou ser um missionário lá.

Jonas tinha esquecido que Deus deseja que falemos a sua mensagem justamente para quem não tem a fé no Senhor em seu coração, não é mesmo?Pois é, Ele tomou um barco que o levaria  para bem longe de Nínive. Foi para o porão do barco, se deitou e, logo pegou no sono. De repente, uma grande tempestade começou a sacudir o barco. Os marinheiros, com medo, jogaram a bagagem no mar, clamaram aos seus deuses, pedindo proteção, e foram depressa acordar Jonas. E Jonas , o profeta que não queria ir pregar em Nínive, confessou que estava fugindo da ordem de Deus para não pregar aos ninivitas. E, foi jogado ao mar. Mas um enorme peixe apareceu para engolir Jonas de uma vez. Imaginem como Jonas ficou. Com certeza, Jonas sabia que tinha sido Deus que havia mandado aquele peixe.
Jonas orou dentro da barriga do peixe: __Senhor, se me tirares, eu vou cumprir o a minha missão e vou a Nínive falar do seu amor para aquelas pessoas.

Três dias depois, o peixão vomitou Jonas na praia de Nínive, e ele foi à cidade, pregou a todo o povo se arrependeu. Só o arrependimento dos pecados  faz com que uma pessoa má deixe as maldades que pratica.

ATIVIDADES
Material – Pratos de papel, giz de cera, caneta hidrografia azul,colheres descartáveis, tesouras, papel colorset azul.

Preparação: Em papel colorset azul, trace um molde de rabo de peixe.
1- Distribua os pratos de papel e mande que as crianças pinte um lado de azul.
2- Diga para recortarem os rabos de peixe e colar em um lado de seus pratos.
3- Instrua as crianças a cortarem uma fenda no meio do prato.
4- Mande desenharem o rosto de Jonas na colher. Agora é só inserir a colher na venda e observar Jonas na barriga do peixe.. Pintar e colar a figura no palito de picolé.



(Clique na imagem para ficar maior e para salvar clique com o botão direito do mouse e selecione a opção salvar como)



Poesias

Frutificar!
Meu chamado!
Minha missão!
Pr. Juracy Lemos

Eu te escolhi, pois tenho um plano
Eu não fui, por tua iniciativa , escolhido!
Minha escolha é livre de todo engano,
É segura, com propósito, cheia de sentido!

Eu te nomeie com missao definida!
Frutificar, salvando seres  humanos
Para sair anunciando a verdadeira vida,
A todo capixaba nosso conterraneo

Fruto permanente no campo ou na avenida!
Libertando da idolatria e de todo engano!
Garanto que tua oração sempre será ouvida!
Intercederei por ti ao eterno soberano!

Produzir frutos eternos é a nossa lida.
Missionário durante toda época do ano!
Missão prioritária, com cobertura garantida!
Envolve todos jovens, mulheres e veterano.

Todo pedido ao pai nos será concedido!
Em terra firme ou no meio do oceano.
Produzirmos  fruto eterno e saudável,  é pedido!
 tirando da escuridão e do mundo profano!

Isto vos mando e tenho repetido
Que mostrem amor  no seu cotidiano!
Como vos amei, até o último gemido!
É o teu desafio! É a tua missão! Durante o ano.



Frutificar!
Pr. Eliú faria

Há um povo que Jesus tem escolhido,
Preparado, nomeado e enviado,
A cumprir uma missão bem singular:
Fazer a seara do Senhor frutificar.

Por ser ramo da Videira Verdadeira,
Como membro deste povo fui chamado.
Vou receber do Tronco a seiva viva,
E produzir o fruto sazonado.

O campo da seara é o nosso Estado,
Que de Espírito Santo é bem chamado.
Minha missão é ir a toda gente,
Que pela vida eterna está carente.

Junto a outros, que também foram chamados;
Todos juntos, bem unidos, irmanados.
Cumpriremos a missão que recebemos:
Indo, ofertando e orando estaremos.

Senhor, desperta os que estão dormindo,
E por isto tuas ordens não estão cumprindo.
Integra-os na sublime e divina missão,
De levar aos capixabas, de Jesus, a salvação.

Frutificar é uma ordem de comando,
Que o Grande General está nos dando.
Obedecer é um privilégio que o Senhor tem dado,
A todo o povo batista deste Estado.

É ordem do Rei.
É missão de amor.
Submisso estarei,
Nas mãos do Senhor.

About Me

Tecnologia do Blogger.

Blog Archive